Data

17 e 18 de Outubro de 2016

Local

Hotel Grand Hyatt São Paulo

Palestrantes

40 Profissionais

Tradução Simultânea

Inglês, Português, Espanhol

Datagro Markets

  • Widgets
  • Analises
  • Dados
  • Fácil de Usar
  • Dinâmico
  • Melhores Soluções

Decisões rápidas, com
relevância e profundidade!

Teste Gratuitamente

Sobre o Evento

A 16ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DATAGRO SOBRE AÇÚCAR E ETANOL, aconteceu nos dias 17 e 18 de outubro, e reforçou seu compromisso de reunir os principais líderes e representantes de toda cadeia do setor sucroenergético internacional para discutir questões de mercado e estratégia setorial.

Em sua 16ª edição a Conferência Internacional contou com a presença de mais de 750 participantes de 30 países, além de 60 palestrantes que debateram por mais de 15 horas formas de superar os desafios e aproveitar as oportunidades do mercado brasileiro e internacional.

Participantes Anteriores

Veja a Edição de 2015

Programacão

RECEPÇÃO

ABERTURA - O FUTURO CHEGOU

ETANOL E O DESENVOLVIMENTO ECONOMICO

ETANOL E O FUTURO DA MOBILIDADE

ETANOL NO MERCADO DE COMBUSTÍVEIS

O POTENCIAL DA BIOELETRICIDADE

INTEGRAÇÃO, PROMOÇÃO COMERCIAL E ACESSO A MERCADOS

ALMOÇO

SAFRA BRASIL

AÇÚCAR

PREÇOS

COCKTAIL

RECEPÇÃO

CANA-DE-AÇÚCAR E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO

AÇÚCAR, ETANOL, BIOELETRICIDADE E ECONOMIA

INTERVALO

COMPETITIVIDADE – O QUE É PRECISO PARA O SETOR VOLTAR A INVESTIR

ALMOÇO

FINANCIAMENTO

TECNOLOGIA

OPERAÇÃO

ENCERRAMENTO – CONCLUSÕES

Adriano Pires Presidente, CBIE, Rio de Janeiro, Brasil.

D.Sc. em Economia Industrial pela Universidade Paris XIII Publica artigos em jornais e revistas de grande circulação e dá palestras para as principais empresas nacionais e estrangeiras ligadas ao setor de infraestrutura além de bancos e outras entidades do setor financeiro. Diretor-Fundador do Centro Brasileiro de Infra Estrutura (desde jan/2000) Professor Adjunto do Programa de Planejamento Energético (COPPE/UFRJ) (1983-2009) Assessor do Diretor-Geral da Agência Nacional do Petróleo (2001) Superintendente de Abastecimento da Agência Nacional do Petróleo (dez/1998-ago/1999) Superintendente de Importação e Exportação de Petróleo, seus Derivados e Gás Natural da Agência Nacional do Petróleo (abr/1998 - nov/1998)

André Rocha Presidente, Forum Nacional Sucroenergético, e Presidente do SIFAEG, Brasilia,Brasil.

- Atual Presidente Executivo do Sifaeg e do Sifaçúcar - Ex- presidente da Companhia Energética de Goiás - CELG - Formado em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia da Universidade Federal de Goiás - Goiânia - GO - Membro do Conselho Temático de Infra-Estrutura da CNI a partir de março 2004

Antonio Megale Presidente, ANFAVEA, São Paulo, Brasil. (Por Transmissão)

Em breve

Arnaldo Correa Diretor, Archer Consuting, São Paulo, Brasil.

Gestor de Risco para o mercado agrícola de commodities, Arnaldo Luiz Corrêa é diretor da Archer Consulting. Formado em Administração, com MBA em Gestão Empresarial pela FGV e membro da PRMIA Professional Risk Manager´s International Association. Arnaldo atuou por quase 30 anos no mercado de commodities agrícolas, nas áreas Comercial e de Risco, em empresas como Cargill, Esteve, Copersucar, Macquarie Bank e Coimex Trading. Trabalhou nos EUA, Inglaterra, Alemanha e Suíça, sempre atuando com hedge, opções e derivativos. Também foi diretor da área agrícola da Bolsa de Mercadorias & Futuros BM&F, em São Paulo. Em parceria com o jornalista Carlos Raíces, escreveu o livro Derivativos Agrícolas, publicado pela Editora Globo.

Carlos Aguiar Superintendente Executivo de Agronegócio, Banco Santander S/A, São Paulo, Brasil

Carlos Aguiar Neto é superintendente executivo de Agronegócio do Santander Brasil, terceira maior instituição financeira privada do País. O Banco é um dos líderes na concessão de crédito na Cadeia do Agronegócio no mercado doméstico, com uma carteira de cerca de R$ 38 bilhões no setor. Recém-integrado ao Banco, em agosto deste ano, Aguiar ocupava desde 2010 o cargo de CEO do Macquarie Crop Partners LP, fundo do grupo Macquire que detém o controle e a operação de grandes ativos de grãos na Austrália e no Brasil – um total de 11 propriedades entre os dois países, que somam 90 mil hectares aráveis e uma produção anual de 250 mil toneladas métricas de soja, milho, trigo, cevada e canola. Anteriormente, foi responsável pelas áreas financeira e de relações com investidores na BrasilAgro – Cia Brasileira de Propriedades Agrícolas S/A. De 1996 a 2007, Aguiar trabalhou na Cargill Agrícola, onde ocupou as funções de tesoureiro e trader, além de ter sido diretor da Cargill Previdência e do Banco Cargill S/A. Iniciou a carreira no Banco BCN como operador de renda fixa e câmbio. É formado em Engenharia Eletrônica pela FAAP e detém MBA pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da FGV.

Carlos Eduardo Caldarelli Universidade Estadual de Londrina, Londrina, Brasil.

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Doutor em Economia Aplicada pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ/USP). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Agrícola, Organização de Mercados Agroindustriais e Métodos Quantitativos/Estatísticos e Econométricos em Economia (Séries Temporais). Atuando principalmente nos seguintes temas: Competitividade, Mercados Agrícolas, Preços Agrícolas, Exportações, Metódos quantitativos aplicados à Economia. Atualmente é professor Adjunto na Universidade Estadual de Londrina (UEL), do Programa de Mestrado em Economia Regional (UEL).

Celso Torquato Junqueira Franco Presidente, UDOP, Araçatuba, Brasil.

Celso Torquato Junqueira Franco, é presidente da UDOP - União dos Produtores de Bioenergia. Nascido em 18 de agosto de 1961, é casado, pai de quatro filhos. Engenheiro civil, formado pela Universidade Mackenzie, em São Paulo, é acionista da Pioneiros Bioenergia e da Usina Santa Adélia. Ex-prefeito da cidade de Sud Mennucci, por dois mandatos, Celso Junqueira teve sua carreira política marcada ainda por dois mandatos como vice-prefeito de Sud Mennucci. Dentre suas principais conquistas para Sud Mennucci está o projeto idealizado em 2002, que fez do município o primeiro do Brasil com internet banda larga grátis a toda a população. Celso Junqueira é filho do empresário Cícero Junqueira Franco, considerado um dos pais do PróAlcool, na década de 1970. Celso é ainda ex-presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê (CBH-BT); e ex-presidente da Associação dos Municípios do Extremo Noroeste do estado de São Paulo (Amensp).

Clóvis Junqueira CEO, VA&E, Londres

Mais de 21 anos de experiência bem sucedida em negociações globais de risco Engenheiro Civil e Mestre em Administração de Marketing pela Fundação Getúlio Vargas 18 anos de sólida exposição em planejamento estratégico e gestão de carteiras de investimento Extenso conhecimento de mercados de commodities com ênfase em açúcar, etanol e grãos.

Deputado Federal Sergio Souza Presidente da Frente Parlamentar de Defesa do Setor Sucroenergético, Brasilia, Brasil.

Formado em Direito pela Universidade Tuiuti do Paraná Especialista em Direito Público, Administrativo e Eleitoral Iniciou sua carreira política em 1992 e é filiado ao PMDB há 20 anos. Entre junho de 2011 e fevereiro de 2014 foi senador do Paraná enquanto Gleisi Hoffman estava licenciada na Casa Civil. Eleito Deputado Federal em 2014 com 77.699 votos Em sua atuação no Senado fez 279 pronunciamentos e 50 apartes; apresentou 25 projetos de lei; 6 Propostas de Emenda à Constituição (PECs) e 78 requerimentos; e teve 253 matérias relatadas. Titular da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR), Comissão Especial Pacto Federativo (CEPACTO), Comissão Especial de Procuradorias de Estados e Municípios (PEC 080/15), Comissão Especial de Consultorias Jurídicas P/ CD, SF, TCU (PEC 214/03), Comissão Especial de Motores a Diesel para Veículos Leves (PL 1013/11), Comissão Especial de Regulamentação dos Postos de Combustíveis (PL 2671/89), Comissão Especial que Regula Defensivos Fitossanitários (PL 6299/02), Comissão Externa de Paralisação Nacional dos Caminhoneiros (CEXCAMIN), Comissão Mista Permanente sobre Climas (CMMC), e da Comissão Mista de Orçamentos (CMO). Sérgio também atua na CPI do DPVAT e na da Subcomissão de Assuntos Fundiários e Agricultura Familiar (SUBAFAM). Suplente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC), da Comissão Especial de Eleição para Órgãos Diretivos Tribunais (PEC 187/12), Comissão Especial de Demarcação de Terras Indígenas (PEC 215/00) e da Comissão Especial de Teto Remuneratório para Cartórios (PL 1983/15). Atua nas frentes parlamentares e é presidente da Frente de Valorização do Setor Sucroenergético, da Frente Parlamentar da Mineração e da Frente Parlamentar da Avicultura. Ele ainda é vice-presidente da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Contrabando e Falsificação e vice-presidente da Frente Parlamentar

Edmundo Barbosa Presidente, SINDALCOOL-PB, Paraíba, Brasil.

Presidente Executivo do SINDALCOOL – Paraíba Graduado em Engenharia Mecânica - Universidade Mackenzie - São Paulo Empresário - Nutritiva Alimentos Ltda., Diretor Presidente Membro da Rede Nordeste de Biotecnologia - www.renorbio.org.br Membro da Rede de Inovação e Prospecção Tecnológica para o Agronegócio.

Eduardo Romão Presidente, ORPLANA,Ribeirão Preto, Brasil.

Produtor Rural, engenheiro Agrônomo formado pela ESALQ/USP, Pôs graduado em Logística Empresarial pela UNESP/Bauru. Atual Presidente da ORPLANA (Organização de Plantadores de Cana da Região Centro Sul do Brasil) e Presidente da ASSOCICANA (Associação dos Plantadores de Cana da Região de Jaú).

Elizabeth Farina Presidente, UNICA, São Paulo, Brasil.

Elizabeth M. M. Q. Farina é Presidente e Diretora Executiva da UNICA, a União da Indústria de Cana de Açúcar do Brasil, desde dezembro de 2012. Antes de seu cargo atual, foi professora titular de Economia na Universidade de São Paulo. Chefiou o Departamento de Economia de 2002 a 2004, e de 2010 a 2012. Foi presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) de 2004 a 2008. Por mais de 10 anos, Dra. Farina foi vice-presidente do programa de agronegócios da Universidade de São Paulo, o PENSA. Obteve seu PhD em economia na Universidade de São Paulo em 1983, e o título de habilitação em 1996. Atingiu o posto de professora titular em 2001. A Dra. Farina trabalhou como consultora no Brasil e em outros países da América Latina, e como especialista econômica em estratégias de abastecimento e agronegócios e análise de litígios de defesa econômica e consolidações e fusões. Farina publicou oito livros, 14 capítulos de livros e mais de 20 artigos em periódicos nacionais e internacionais.

Gabriel Carvalho Diretor Comercial e de Novos Negócios , CLEALCO, Araçatuba, Brasil.

Atualmente responsável pelo desenvolvimento comercial e de novos negócios da Clealco, um grupo de 35 anos de história no setor sucroalcoleiro atualmente processando 10 milhões de toneladas de cana em 3 unidades no Estado de São Paulo. Construiu uma carreira de mais de 11 anos no setor na Cargill e Bunge, tanto nas áreas de trading como produção de açúcar, etanol e bioeletricidade. Iniciou carreira executiva como consultor de Inovação Estratégica antes de migrar definitivamente para o Agronegócio.

Gilberto Peralta Presidente & CEO, GE do Brasil, São Paulo, Brasil.

Gilberto Peralta está na GE desde 1980, quando iniciou suas atividades na GE Celma, em Petrópolis (RJ), como Engenheiro. Atuou em diversas posições, chegando à vice-presidência para programa Airbus. Em 2006, juntou-se ao time da GE Capital Aviation Services como Gerente Geral para América Latina e Caribe. Desde agosto de 2013, acumula essa função à de Presidente & CEO da GE no Brasil, focado em iniciativas-chave estratégicas para o crescimento da empresa, além de ampliar a parceria histórica da GE com o país. Gilberto é o porta-voz e representante da GE do Brasil em várias associações industriais e organizações setoriais, como a Confederação Nacional da Indústria (CNI), Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB), Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (ABINEE), Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), Movimento Brasil Competitivo (MBC) e Grupo Mais Unidos (+Unidos).

Guilherme Nastari Diretor, DATAGRO, São Paulo,Brasil.

Diretor da DATAGRO desde 2005. Diretor da Associação de Exportadores de Açúcar e Álcool (AEXA), desde 2009. Participou como consultor de diversos projetos de consultoria dos mercados de açúcar e etanol pela DATAGRO. Sendo que os principais clientes são produtores de áçúcar, etanol, biodiesel, trading companies, bancos, distribuidores de combustível, governos e ONGs. - Mestre em Agroenergia - Fundação Getúlio Vargas - SP - Brasil - Bacharel em Economia – IBMEC São Paulo - SP - Brasil

Guilherme Pessini Carvalho Senior Officer, Banco Itau BBA S/A, São Paulo, Brasil.

Graduado em Engenharia de Computação pela Unicamp, com mestrado em Administração pela FIA-USP. Atua em instituições financeiras em atividades diretamente relacionadas ao Agronegócio desde 1997, tendo trabalhado para Banco Frances e Brasileiro, Itau S.A., Natixis e Itau BBA. As últimas funções desempenhadas foram: Head Soft Commodities Latin America no Natixis, Team Leader Agronegócios no Itau BBA e atualmente Senior Officer.

Gustavo Leite Presidente, Centro de Tecnologia Canavieira-(CTC), Piracicaba, Brasil.

Em breve

Haroldo Torres Sócio - Diretor, Companhia Brasileira de Custos Agropecuários-CBCA, Piracicaba, Brasil.

Economista pela Universidade de São Paulo e mestrado em Ciências (Economia Aplicada) pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo. Atualmente é doutorando em Ciências (Economia Aplicada) pela ESALQ/USP, gestor de projetos do Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas - PECEGE/ESALQ/USP e sócio-diretor da Companhia Brasileira de Custos Agropecuários - CBCA. Possui experiência especialmente na área de Economia Agrícola, com ênfase no desenvolvimento de modelos e sistemas voltados principalmente para os seguintes temas: análise de projetos, valuation, análise de custos de produção e pesquisas nos setores citrícola e sucroenergético.

Haruhito Mori Diretor, EV System Laboratory, Nissan Research Center, Nissan Motor Corporation, Atsughi, Japão.

Em breve

Henrique Amorim Presidente, Fermentec, Piracicaba, Brasil.

Henrique V. de Amorim. De 1970 a 2001 foi Professor de Bioquímica do Departamento de Ciências Biológicas da ESALQ / USP. Fundador da Fermentec em 1977, e desde então, vem atuando na otimização do processo industrial de fermentação alcoólica e no controle laboratorial de todas as etapas de produção de açúcar e álcool. Inúmeras patentes foram aplicadas em equipamentos e também em processos de produção de álcool, inclusive a StarchCane®, processo simultâneo de produção de álcool de milho e cana. Atualmente as usinas e destilarias atendidas pela Fermentec produziram 180 milhões de ton de cana / safra.

Henry Joseph Jr. Vice-Presidente, ANFAVEA, São Paulo, Brasil

Henry Joseph Junior é engenheiro químico com bacharel em química e especialização em combustão. É vice-presidente da Anfavea responsável pelos assuntos referentes a energia e meio ambiente e Gerente dos laboratórios de testes de motores e de emissões veiculares da Volkswagen, onde ingressou como pesquisador em 1981. Foi Presidente da Diretoria Executiva da AEA e atualmente integra o Conselho Diretor da entidade. Henry Joseph Junior possui diversos trabalhos publicados sobre combustíveis, biocombustíveis e emissão veicular.

Ismael Perina Presidente, Sindicato Rural de Jaboticabal, São Paulo,Brasil.

Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” campus de Jaboticabal em Julho de 1980. Produtor Rural Atualmente. Diretor Financeiro da Cooperativa de Livre Admissão da Região de Guariba (SICOOB COOPECREDI). Membro do Conselho dos Produtores de Cana, Açúcar e Álcool do Estado de São Paulo (CONSECANA). Vice Presidente e Diretor Operacional da Cooperativa Central de Crédito do Estado de São Paulo (SICOOBSP). Membro do Conselho Superior do Agronegócio da Fiesp (COSAG). Presidente da Câmara Setorial do Açúcar e do Álcool (MAPA) Membro do Conselho de Administração da Fundação de Apoio a Pesquisa Agrícola (FundAg) Membro do Conselho de Administração da Associação dos Fornecedores de Cana de Guariba (Socicana) Ex-Presidente da Organização dos Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil (ORPLANA)

José Augusto Guilhon Assessor Especial da Presidencia, Apex-Brasil, Brasilia, Brasil.

José Augusto Guilhon Albuquerque é Professor titular de Relações Internacionais da USP e atualmente Assessor Especial da Presidência da Apex-Brasil. Suas pesquisas e publicações englobam Política Brasileira, doméstica e internacional, especialmente Política Externa Brasileira e Relações bilaterais com a China e os Estados Unidos.

Keynote Speaker
José Orive Diretor Executivo, International Sugar Organization (ISO),Londres, Reino Unido.

José Orive nasceu em 31 de julho de 1958, na Guatemala e é advogado. Graduado com “as mais altas honras” em Direito Comum/Direito Internacional no Centro de Direito da Universidade de Georgetown, Washington D.C, 1985 e “com honras” em J.D. na Universidade Francisco Marroquín, Cidade da Guatemala, 1983, e exerceu cargos como: • Diretor Executivo da Associação Açucareira Centro Americana (AICA), entidade que negocia para a indústria açucareira privada, com ênfase na coordenação de ações conjuntas sobre questões prioritárias, sendo um relevantes centro de informações e publicações para o setor. • Sócio do Escritório de Advocacia Artlex, que atende grandes corporações, contratos de distribuição e questões ambientais, e arbitragem. • Presidente da Associação das Câmaras de Comércio Americanas da América Latina e Caribe (AACCLA), Washington, D.C. • Membro do Conselho da Fundação Panamericana de Desenvolvimento (PADF), Washington, D.C.

Luiz Barroso Presidente, EPE, Rio de Janeiro, Brasil.

Luiz Augusto Barroso assumiu a Presidência da EPE em julho de 2016. É graduado em Matemática e possui Mestrado e Doutorado em Pesquisa Operacional (otimização). Desde 2013 é também Pesquisador Associado do Instituto de Investigación Tecnológica (IIT) da Universidad Pontificia Comillas (Madri, Espanha). Foi diretor técnico da PSR, onde trabalhou por 18 anos, coordenando estudos em mais de 30 países nas Américas, Europa e Ásia, nas seguintes áreas: economia da energia e planejamento energético; valoração de ativos, estudos econômicos e gerencia de risco e otimização físico/financeira; leilões de energia; desenho de mercados de eletricidade e gás; e estudos de mercado, projeção de preços e tarifas e assessoria regulatória a geradores, consumidores, bancos de investimento e financiadores. Participou ativamente em estudos de concepção de mercado para a integração de energias renováveis, incluindo os estudos energéticos e desenho do mercado. Dr. Barroso também desenvolve atividades acadêmicas de pesquisa e desenvolvimento na área de energia envolvendo economia da energia, otimização estocástica, teoria da decisão, teoria dos jogos, organização industrial, regulação e política energética. No Cigré, é o coordenador do comitê de Mercados de Eletricidade e Regulação (C5) do Cigré Brasil desde 2010, onde também é membro do steering committee do SC C5 do Cigré Internacional. Na IEEE Power and Energy (PES) Society, é Senior Member. É editor da revista científica IEEE Transactions on Power Systems (desde 2012), membro do IEEE PES Distinguished Lecturer Program (desde 2014) e vice-chair do Power Systems Operations Planning and Economics Committee (PSOPE) desde abril de 2016. Foi Editor da revista IEEE Transactions on Smart Grids por cinco anos desde sua fundação (2010) e recebeu em 2010 o prêmio IEEE PES Outstanding Young Engineer Award, que reconhece profissionais de até 35 anos por suas contribuições destacadas na liderança de atividades técnicas na IEEE PES e outras sociedades técnicas. Desde maio de 2016 faz parte do corpo de advisors da revista científica International Journal of Electrical Power & Energy Systems. Desde 2010 também ministra aulas na Summer School of Regulation of Energy Utilities da Florence School of Regulation (FSR), em Florença, Itália. Visitou academicamente a Johns Hopkins University (2004) e o MIT (2011). É autor e co-autor de 1 livro, 3 capítulos de livros e de mais de 150 artigos científicos em periódicos e conferencias nacionais e internacionais em temas relacionados a mercados competitivos de energia; além de membros de comitês científicos/organização de conferências e bancas/orientações de dissertações de mestrado e doutorado no Brasil e exterior.

Keynote Speaker
Maílson da Nobrega Ex-Ministro da Fazenda (Jan/88 a Mar/90), Sócio-Diretor,Tendências Consultoria, São Paulo.

Economista, foi ministro da Fazenda no período 1988/1990. Antes, exerceu várias atividades, a saber: Consultor Técnico e Chefe da Divisão de Análise de Projetos do Banco do Brasil Coordenador de Assuntos Econômicos do Ministério da Indústria e do Comércio Secretário-Geral do Ministério da Fazenda Diretor-Executivo do European Brazilian Bank, Eurobraz, em Londres Presidiu o Conselho Monetário Nacional e o CONFAZ; Membro do Board de Governadores do Banco Mundial, do Fundo Monetário Internacional e do Banco Interamericano de Desenvolvimento Chefe da delegação brasileira na negociação do acordo bilateral Brasil/Japão, no âmbito do Clube de Paris Membro do Grupo de Trabalho das Nações Unidas sobre um Código de Conduta para as Empresas Transnacionais; Realizou viagens de estudo sobre os mecanismos de financiamento à agricultura nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, França e Japão. Membro de conselhos de administração de empresas no Brasil e no exterior Tem cinco livros publicados, inclusive sua autobiografia, e vários artigos em revistas especializadas e veículos da mídia Colunista da Revista VEJA Economista do ano de 2013, prêmio concedido pela Ordem dos Economistas do Brasil

Márcia Azanha Ferraz Dias de Moraes ESALQ, Piracicaba, Brasil.

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Campinas (1983), Mestrado (1996) e Doutorado em Economia pela Universidade de São Paulo (1999). Desde 2000 é professora no Departamento de Economia, Sociologia e Administração da ESALQ/USP. Desde esta data leciona e orienta na a graduação e na Pós-Graduação, tendo orientado várias dissertações e teses. Principais áreas de pesquisa são Organização Industrial (concentração de mercado, formação de grupos de produção, coordenação de cadeias produtivas, formação de preços) e mercados de trabalho agrícola e do setor de biocombustíveis. Tem diversos artigos publicados em revistas nacionais e internacionais; livros e capítulos de livros sobre o setor de biocombustíveis (http://lattes.cnpq.br/2617570378223458). É especialista em aspectos econômicos dos biocombustíveis, com foco em políticas, aspectos históricos, sustentabilidade e mercado de trabalho. Desde 2007 coordena o grupo de pesquisa cadastrado no CNPq - Gemt (Grupo de Extensão em Mercado de Trabalho Agrícola). Vários estudos foram conduzidos nesta área e estão disponíveis no website: www.esalq.usp.br/gemt

Marcos Fava Neves FEA/USP, Ribeirao Preto, Brasil.

Nascido em Lins (SP) em 28/10/68, é Engenheiro Agrônomo formado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP) em 1991, Mestre em Administração (Estratégias de Arrendamento Industrial na Citricultura, FEA/USP, 1995) e Doutor em Administração (Planejamento de Canais de Distribuição de Alimentos, FEA/USP, 1999). Pós-Graduado em Agribusiness & Marketing de Alimentos na França (1995) e em Canais (Networks) de Distribuição de Alimentos na Holanda (1998/1999). Livre-Docente (Planejamento e Gestão Estratégica Dirigido pela Demanda)(2004). Foi Coordenador do PENSA – Programa de Agronegócios da USP, de 2005 a 2007 e criador do Markestrat (Centro de Pesquisas e Projetos em Marketing e Estratégia da USP em 2004). Além da atividade de professor, realizou 80 projetos públicos e privados em 5 países diferentes. É autor/co-autor e organizador de 52 livros publicados no Brasil, Argentina, Estados Unidos, Africa do Sul, Uruguai, Inglaterra e Holanda. Já apresentou mais de 190 palestras no exterior e mais de 450 no Brasil. Sua obra caracteriza-se pelo planejamento do agronegócio e pela proposta de métodos (frameworks) para solução de problemas empresariais e de cadeias produtivas. É especializado em planejamento e gestão estratégica. É ainda articulista do jornal China Daily, de Pequim,do journal India-China Chronicle, de Nova Delhi, além de artigos para o Estado de São Paulo. Escreve colunas regulares para diversas revistas nacionais especializadas (Feed&Food, PorkWorld, Canavieiros, AveWorld, BeefWorld). Escreveu também dois casos para a Universidade de Harvard em 2009 e 2010. É professor visitante internacional da Universidade de Buenos Aires desde 2006, da China Agricultural University desde 2009 e da Purdue University desde 2013 . Autor de dois importantes livros sobre cana de açúcar, pela Wageningen University Publishers, “Food and Fuel, the Example of Brazil” (2011) e pela Editora Atlas (Brasil): “Estratégias para a Cana no Brasil” (2010). Professor Titular da FEA/USP .

Marcos Landell Diretor, Instituto Agrônomo de Campinas - IAC, Campinas, Brasil.

Marcos Guimarães de Andrade Landell, engenheiro agrônomo UNESP/Jaboticabal, concluiu o doutorado em Agronomia (Produção Vegetal) também pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho em 1989, e atua na área de Agronomia, com ênfase em Melhoramento Vegetal. -É Pesquisador Científico do Instituto Agronômico de Campinas desde 1982, coordenador do Programa Cana IAC desde 1995, -É coordenador do Grupo Fitotécnico de Cana desde 1992; -É Presidente da Comissão Técnica Sucroenergética do Estado de São Paulo; - Diretor do Centro APTA Cana IAC desde 2002. - Possui 21 capítulos de livros publicados e coordenou a publicação de 2 livros. - Publicou 97 artigos em periódicos especializados e 84 trabalhos em anais de eventos. - Coordenou o processo de criação de 22 novas cultivares de cana-de-açúcar liberadas principalmente nos últimos dez anos.

Mario Campos Filho Presidente, SIAMIG, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

Mário Ferreira Campos Filho é economista com MBA em Finanças IBMEC. É funcionário da entidade desde 2003, onde se tornou um profundo conhecedor do setor, com assessoramento efetivo nos vários assuntos de interesse como acompanhamentos de produção, logística, tributário, ambientais e de relacionamento com a Imprensa. Mário Campos participa das várias discussões do setor, como representante de Minas Gerais no Fórum Nacional Sucroenergético (FNS), Câmara Setorial do Açúcar e do Álcool do Ministério da Agricultura e Abastecimento e da Mesa Tripartite (envolvendo governo, produtores e distribuidores), coordenada pelo Ministério das Minas e Energia (MME). Além do acompanhamento de todas as ações junto à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), atual órgão regulador do setor.

Michael McDougall Vice-Presidente Sênior da Newedge, Nova Iorque, EUA.

Vice-Presidente Sênior da Newedge USA, LLC, onde coordena o Grupo de Produção da América Latina. Seu trabalho concentra-se principalmente no Brasil e fornece serviços de gerenciamento de preços e de risco para uma ampla gama de produtos agrícolas e financeiros, mas com ênfase em açúcar e etanol. Michael morou no Brasil por 14 anos onde, em 1986, iniciou sua carreira como corretor na Penfield corretagem, uma das corretoras de futuros pioneiras no país. Depois trabalhou na Lasalle corretagem durante dois anos antes de se juntar a Fimat/Newedge: primeiro no Brasil, agora em Nova York. Atualmente, é palestrante regular nos EUA e no Brasil, onde apresenta seminários de risco e perspectivas de mercado para açúcar e etanol. É regularmente mencionado pela Reuters, Bloomberg, Dow Jones e o Wall Street Journal, escreve um boletim diário do setor intitulado "The Global View" e aparece ocasionalmente nos canais de televisão Bloomberg e Fox News. Michael formou-se na Universidade Estadual Politécnica da Virginia [Virginia Polytechnic and State University] (Virginia Tech), com Bacharelado em Economia. Ele é fluente em Português e conversação em Espanhol.

Miguel Rubens Tranin Presidente, ALCOPAR, Paraná, Brasil.

Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal do Paraná, em 1982. Pós Graduação em Comercialização de Commodities pelo CEPEA, USP, em 2004. Atualmente é Membro do Comitê de Agroenergia da ABAG ( Associação Brasileira de Agrobusines. Membro do Conselho Nacional do Agronegócio COAGRO - Da CNI - Confederação Nacional da Indústria Conselheiro da ANUT Associação Nacional dos Usuários de Transporte de Carga. Conselheiro do IPA ( Instituto Pensar Agro), braço técnico da FPA Frente Parlamentar do Agronegócio. Membro da CTLOG Câmara temática de Infraestrutura e Logística da Agropecuária. Do MAPA - Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento Membro da Câmara Setorial do Açúcar e Álcool. Do MAPA - Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento . Vice Presidente da FIEP - Federação das Indústrias do Estado do Paraná. Presidente do SIBIOPAR- Sindicato das Indústrias do Biodiesel do Estado do Paraná. Presidente do SIBIELPAR - Sindicato das Indústrias de Produção e Geração de bioeletricidade através da biomassa e biogás da cana. Presidente do SIALPAR. Sindicato das Indústrias de Fabricação de Álcool Presidente do SIAPAR. Sindicato das Indústrias de Fabricação de Açúcar do Estado Paraná Presidente da ALCOPAR - Associação dos Produtores de Bioenergia do Estado do Paraná

Patrick Chatenay Diretor, ProSunergy, Canterbury, Reino Unido.

Patrick Chatenay has been involved with the sugar and ethanol industry since 1985. He has held senior executive board positions in France and Spain and worked extensively in Chile and Brazil. In the course of his career, he visited and studied sugar industries around the world. In 2008, he founded ProSunergy (U.K) limited which provides strategic advice and implementation services for sugar, renewable energy and bio-fuel businesses. Patrick holds a Masters degree in econometrics from the University of Paris, a Diploma in public administration from the Political Science Institute of Paris and an MBA from Columbia University in New York.

Paulo Cesar Idalgo Donadoni Gerente de Cultura Cana de Açucar, Bayer do Brasil, São Paulo, Brasil.

Paulo Donadoni é gerente de marketing estratégico para cana-de-açúcar no Brasil. O executivo atualmente lidera a estratégia de portfólio (produtos/tecnologias) da Bayer para a cultura da cana. Donadoni também atuou como gerente de marketing de clientes na própria Bayer de 2011 a 2014. Formado em Agronomia pela UNESP, com especialização e cursos nas áreas de marketing pela FGV e INSEAD e fitotecnia pelo Instituto Phytus e ESALQ/USP. Donadoni iniciou suas atividades na Bayer em 2002 na área de vendas. Após este período, atuou também em usinas e multinacionais do setor de agroquímicos de 2004 a 2011, quando retornou para Bayer na posição de gerente de clientes. Além da sua atuação em diferentes empresas na área de marketing, o executivo carrega 16 anos de experiência no mercado dedicados à cultura da cana-de-açúcar

Pedro Mesquita Sócio Mercado Capitais, XP Investimentos, São Paulo, Brasil.

Em breve

Pedro Mizutani Vice-Presidente de Relações Externas e Estratégia, Raízen, São Paulo, Brasil.

Mizutani é formado em Engenharia de Produção pela USP (Universidade de São Paulo) e é pós-graduado em Finanças pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) e concluiu MBA em Gestão Empresarial pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) com extensão pela Ohio University. Possui mestrado pela FGV. Cursou pós-graduação em Administração de Empresas na Kellogg School of Management, nos Estados Unidos. Com mais de 25 anos de experiência nas áreas administrativa, financeira e de processos produtivos do setor sucroenergético, iniciou sua carreira na Cosan, um dos maiores grupos privados do Brasil, em 1983 como supervisor de planejamento. Em 2009, Mizutani assumiu a posição de Presidente de Açúcar, Álcool e Energia da Cosan e Vice Presidente do Conselho de Administração da Cosan. Membro do Conselho do SIAESP/SIFAESP/UNICA desde 2002. Pedro Mizutani também atua como membro do Conselho Administrativo do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), do Conselho da americana Codexis e do Conselho da canadense Iogen.

Pedro Robério de Melo Nogueira Presidente,SINDAÇÚCAR-AL, Alagoas, Brasil.

Presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Alagoas. Membro Titular da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Açúcar e do Álcool do Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento. Vice-Presidente do Conselho da Agroindustria da CNI - COAGRO. Diretor da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas - FIEA Membro do Comitê Técnico do CIMA – Conselho Interministerial do Açúcar e do Álcool Diretor do Departamento de Assuntos Sucroalcooleiros da Secretaria do Desenvolvimento Regional da Presidência da República. Membro Titular da Comissão que reexaminou o papel do álcool na Matriz Energética Nacional em 1990.

Piero Vincenzo Parini Presidente, SINDALCOOL MT, Mato Grosso, Brasil.

- Bacharel em Agronomia pela Universidade Federal De Mato Grosso – UFMT (1985). - Diretor Agrícola da Destilaria de Álcool Libra Ltda., desde 1985 até 1991. - Diretor Comercial da Destilaria de Álcool Libra Ltda., desde 1992 até 2002. - Diretor Superintendente da Destilaria de Álcool Libra Ltda., desde 2002 até os dias de hoje. - Presidente do SINDALCOOL/MT - Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras do Estado do Mato Grosso de 2003 a até hoje. - Diretor da FIEMT - Federação das Indústrias do Estado do Mato Grosso de 2003 a 2005. - Diretor da ASPROSMAT - Associação dos Produtores de Sementes do Mato Grosso de 1990 a 1994.

Plinio Mario Nastari Presidente, DATAGRO, São Paulo, Brasil.

Plinio Nastari é presidente da Datagro Consultoria, com escritórios em São Paulo, Recife, Santos e New York, e clientes em 41 países, é mestre e doutor em economia agrícola pela Iowa State University. Foi diretor executivo e presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, membro de comitês técnicos do Conselho Interministerial do Açúcar e do Álcool, Comissão para Reexame da Matriz Energética, e Comissão de Energia Nacional. Assessorou produtores, bancos, tradings e governos desde os primórdios do Proalcool no Brasil, em 1978. Durante 18 anos foi professor de micro e macro economia nos programas de graduação e pós-graduação da Fundação Getulio Vargas em S.Paulo. Em disputas internacionais, atuou como coordenador da defesa do Brasil no caso das exportações de álcool do Brasil para os Estados Unidos, junto à Corte Internacional de Comércio em Washington, e foi o economista responsável pelos casos do açúcar, bananas e pneus contra a Uniao Européia, junto à Organização Mundial de Comércio, em Genebra. A Datagro tem assessorado a maior parte dos investidores e bancos que tem realizado negócios em açúcar e etanol no Brasil nos últimos anos.Organizadores de conferências em New York, São Paulo e Araçatuba.

Renan Filho Governador do Estado de Alagoas, Alagoas, Brasil.

Em breve

Renato Buranello Sócio e Advogado, Demarest Advogados, São Paulo, Brasil.

RENATO MACEDO BURANELLO Formou-se pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, em 1994. É mestre em Direito Comercial pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutorando na mesma área de concentração pela mesma universidade. Autor dos Livros “Contrato de Seguro: seguro garantia de obrigações contratuais” e “Sistema Privado de Financiamento do Agronegócio”, e coordenador dos dois volumes do livro “Direito do Agronegócio: mercado, regulação, tributação e meio ambiente”. Atividades Profissionais Altamente especializado em temas relacionados ao agronegócio, Buranello é considerado um líder na assessoria a clientes que atuam na cadeia agroindustrial, incluindo atividades econômicas relacionadas ao fornecimento de insumos, produção, processamento, beneficiamento, armazenamento e comercialização interna e internacional dos produtos agrícolas, pecuários, de reflorestamento e pesca. Buranello atua em operações relacionadas a programas de crédito rural, ao sistema privado de financiamento e de seguro rural. Atende a toda atividade agroindustrial de forma específica, na assessoria em variadas matérias relacionadas ao setor, aconselhando clientes na celebração de contratos conexos e na estruturação de operações financeiras, inclusive no âmbito do mercado de capitais. Representa as grandes empresas de insumos e fertilizantes, em suas operações de barter, no mercado bancário, nas operações de dívida e trading finance e em particular no desenvolvimento das principais operações de securitização do setor. No desenvolvimento de suas atividades, participa de fóruns estratégicos, nacionais e internacionais, mantendo estreito relacionamento com órgãos reguladores, Ministérios e centros de estudos do agronegócio.

Renato Pontes Cunha Presidente, SINDAÇUCAR, Pernambuco, Brasil.

Renato Augusto Pontes Cunha, nasceu em Recife, Pernambuco, em 10 de março de 1958, pai de duas filhas, formado em direito pela UFPE, em 1981 e pós-graduado em administração financeira pela UPE – Universidade do estado de Pernambuco. Ele também possui MBA em Marketing pela FGV/UNICAP. Desempenhou cargos executivos em empresas de açúcar e álcool da região, como Grupo Antonio Farias e Grupo Armando Monteiro. Por 2 (dois) anos, de 1985 a 1987, trabalhou como gerente do Lloyds Bank PLC – Recife, tendo implementado o departamento de agronegócio da instituição em Pernambuco, após três meses de treinamento na sede do banco em São Paulo. In 1999 foi nomeado Diretor do Sindicato das Indústrias de Açúcar e Álcool do Estado de Pernambuco -SINDAÇÚCAR, em 12 de junho de 2000, foi eleito Presidente da entidade. Viajou diversas vezes ao exterior para estudos e negócios, como por exemplo: Portugal, Inglaterra, Alemanha e França, na Europa, assim como, Venezuela, México e EUA, nas Américas. Nos EUA, a convite do Governo Americano, participou por duas semanas em 2005 de um treinamento sobre o Programa Cochran, do FAS-USDA. Nos anos 2003, 2004 e 2005, recebeu do Grupo Procana / JornalCana (jornal de cana-de açucar) o título de “Líder do Ano Master Cana”, resultado de pesquisa em usinas e destilarias da região nordeste. É membro efetivo da Câmara Setorial de Açúcar e Álcool do Governo Federal e representante do SINDAÇÚCAR com a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – FIEPE.

Roberta Re Diretora Geral, World Sugar Research Organization-WSRO, Londres, Reino Unido.

Em breve

Roberto Hollanda Filho Presidente, BIOSUL, Mato Grosso do Sul, Brasil.

10 anos de experiência na política setorial, 5 dos quais como Presidente da entidade, que representa as aspirações coletivas dos seus membros, com acesso gratuito a todos os ambientes relacionados com a atividade, quer em nível do setor de açúcar e álcool, bem como no executivo e legislativo. Experiência no ambiente comercial de etanol, no mercado de etanol nacional e internacional. Experiência em marketing, planejamento e acompanhamento de ações publicitárias, adquiridas durante quatro anos de experiência no setor.

Rui Chammas Presidente, Biosev – a Louis Dreyfus Group company, São Paulo, Brasil

Rui Chammas - O Sr. Chammas graduou-se em Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica no Instituto Tecnológico de Aeronáutica - ITA. Possui pós-graduação em Administração de Empresas na Fundação Getúlio Vargas - FGV e participou de programas de extensão na Sloan School of the Massachusetts Institute of Technology - MIT e na International Institute for Management Development. O Sr. Chammas ocupou várias posições executivas na Braskem desde 2002, incluindo as posições de Diretor Comercial, Diretor de Negócios, Vice-Presidente da unidade de Polímeros e Vice-Presidente da unidade de Petroquímicos Básicos. Antes de trabalhar na Braskem, o Sr. Chammas ocupou várias posições executivas na Rhodia, onde ficou por 13 anos no Brasil e na França. Atualmente, o Sr. Chammas é o Diretor Presidente da Biosev.

Stuart Maron Senior Trader, ADM do Brasil, São Paulo, Brasil.

Profissional com expertise e extenso conhecimento adquirido ao longo de 20 anos de carreira em posições executivas no setor sucroalcooleiro, tanto em unidades produtoras (usinas), como também tradings nacionais e multinacionais. Destacado conhecimento em gestão de atividades comerciais de empresas do setor sucroalcooleiro, com atuação direta em operações de compra e venda de etanol e açúcar, compreendendo experiência em mercados futuros em bolsas nacionais e internacionais, conhecimento de análises gráfica e fundamentalista, operações de financiamento estruturado com contratos comerciais e garantias reais para operações de financiamento. Estreito relacionamento com tradings e distribuidoras de combustível, operações de logística interna e internacional, além de startup de operações comerciais e logísticas. Experiência no estabelecimento de relações de longo prazo e negociações com os diversos tipos de empresas que integram o setor sucroalcooleiro tais como: usinas, bancos, tradings, corretoras, distribuidoras de combustível, terminais portuários, empresas de transporte, empresas de navegação, inspetoras, clientes finais de varejo, clientes de atacado e clientes de consumo industrial.

Artigos

CELULA A COMBUSTIVEL MOVIDA A ETANOL DA NISSAN

BIOELETRICIDADE E CIDE VOLTAM A PAUTA DO ETANOL NO BRASIL

MERCADO BRASILEIRO DE ETANOL DEVE MOVIMENTAR US$ 22 BILHÕES ATÉ 2030

MOAGEM DE CANA PODE ALCANÇAR 610 MILHÕES DE TONELADAS NA SAFRA 2017/18

MATRIZ ELÉTRICA BRASILEIRA É COMPOSTA POR 75% DE FONTES RENOVÁVEIS

AÇÃO DOS FUNDOS PODE INTERROMPER ALTA DOS PREÇOS DO AÇÚCAR

FINANCIAMENTO DO AGRONEGÓCIO TERÁ QUE AVANÇAR EM DIREÇÃO AO MERCADO DE CAPITAIS

PRIMEIRA CANA TRANSGÊNICA DO MUNDO DEVE CHEGAR AO MERCADO EM 2017

IAC DESTACA OS PARÂMETROS DA CANAVICULTURA MODERNA

Apresentações

LISTA DE PARTICIPANTES

ETANOL E O FUTURO DA MOBILIDADE

HARUHITO MORI
HENRY JOSEPH

O ETANOL NO MERCADO DE COMBUSTÍVEIS

AURELIO AMARAL

O POTENCIAL DA BIOELETRICIDADE

GILBERTO PERALTA

AÇÚCAR

PATRICK CHATENAY
JOSE ORIVE
ROBERTA RE

CANA-DE-AÇÚCAR E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO

MARCIA AZANHA
CARLOS CALDARELLI
MARCOS FAVA NEVES
HAROLDO TORRES

AÇÚCAR, ETANOL, BIOELETRICIDADE E A ECONOMIA

MAILSON DA NOBREGA
JUCELINO SOUZA
RUI CHAMMAS

COMPETITIVIDADE – O QUE É PRECISO PARA O SETOR VOLTAR A INVESTIR

MIGUEL TRANIN

FINANCIAMENTO

CARLOS AGUIAR
RENATO BURANELLO
GUILHERME PESSINI
PEDRO MESQUITA

TECNOLOGIA

HENRIQUE AMORIM
GUSTAVO LEITE

OPERAÇÃO

GABRIEL CARVALHO
ISMAEL PERINA
MARCOS LANDELL
PAULO DONADONI

Registre-se Agora

* Clientes DATAGRO Markets, por favor entrem em contato para maiores informações.

A inscrição inclui: material de Conferência, coffee-breaks e almoço.
Reservas de hotel devem ser feitas individualmente por cada participante.

No caso de inscrições feitas via cartão de crédito fora do Brasil, será debitado o valor em reais e convertido para a moeda local segundo as regras de cada cartão de crédito.

Inscrições em grupo
Caso uma empresa tenha mais de um inscrito, oferecemos 5% de desconto adicionais a partir do segundo inscrito. Esta promoção é válida até 17 de outubro de 2016, data a partir da qual serão efetuadas somente inscrições no valor total (R$ 4.300,00).

Política de cancelamento

Os cancelamentos e os pedidos de reembolso serão aceitos, desde que enviados por escrito até o dia 05 de Outubro de 2016, com retenção de uma taxa de administração de 70% sobre o valor pago. Após essa data, haverá retenção de 90% do valor pago. Não haverá reembolso para pedidos de cancelamento após o dia 11 de Outubro. A substituição de participantes é bem vinda, e poderá ser feita até o dia 12 de outubro de 2016.

Somente os participantes terão direito a receber as palestras.

TEM INTERESSE EM SER UM PATROCINADOR?

Cadastre-se e entraremos em contato!

Local do Evento

AV DAS NAÇÕES UNIDAS, 13301
MORUMBI, SÃO PAULO - SP

GRAND HYATT SÃO PAULO

Encontrar Direção

TARIFAS ESPECIAIS NO HOTEL GRAND HYATT SÃO PAULO

Participantes da 16ª Conferência Internacional da DATAGRO sobre Açúcar e Etanol podem aproveitar tarifas especiais no Hotel Grand Hyatt São Paulo. Acesse o link abaixo para efetuar as reservas


Reservas

Contato

Patrocinadores do Evento

Como patrocinador do nosso evento, você terá a oportunidade de posicionar a sua empresa como uma apoiadora dos mais importantes debates dos mercados globais de açúcar e etanol. Para informações adicionais e preços, entre em contato conosco.